Alimento…

Tenho me alimentado de palavras. E não é no sentido figurado que falo…

Eu, uma reconhecida apreciadora da boa mesa, tenho deixado a comida de lado para ler. Sei que talvez não seja uma escolha saudável para o meu corpo físico, mas não foi intencional. Nem foi uma escolha, na verdade. Só aconteceu. Alimento-me porque sei que preciso, não mais por vontade. Só o chocolate que continua tendo seu lugarzinho especial e às vezes me provoca vontade…

Já os livros… tenho lido muito porque sinto que é disso que minha alma precisa. Não é fácil a vida de quem não quer ter uma existência vazia. A gente se dá conta de cada coisa… e em seguida precisa aprender a não sofrer, a não se abalar por essas coisas. E eu sou uma mera aprendiz. Ainda tenho pensamentos ruins, ainda me martirizo, me culpo. Ainda sofro por não entender as atitudes dos outros, mesmo sabendo que não devo querer entender nada. Ainda me irrito com coisas pueris… ainda penso que os outros deveriam agir comigo como eu sempre agi com eles. Eu disse, sou uma mera aprendiz. Não é que devamos aceitar tudo sempre, apenas precisamos estar atentos às pessoas que fazem parte de nossa vida…

Hoje eu disse a uma pessoa que sou muito transparente e não consigo disfarçar meu estado emocional ou de humor. Se não estou bem, você não me verá sorrindo e fazendo piadas. É como se minha luz se apagasse numa noite bem escura: todo mundo percebe. Do mesmo modo, quando estou bem, irradio felicidade e bom humor. Daí eu também disse a essa pessoa que gostaria de ser diferente. Talvez não a ponto de fingir felicidade ou tristeza, somente de conseguir separar mais as coisas…  Já ouvi histórias de gente que sofria mas chorava só no banho, escondido, enquanto na frente dos outros era uma pessoa “normal”. Nunca consegui ser assim! Se isso é bom ou ruim? Sei lá. Minha transparência me expõe…

Ainda não fez um mês. De um dia em que me expus de uma forma que acho que nunca tinha feito. De uma certa forma não me arrependo nem me envergonho. Deveria fazê-lo se tivesse feito alguma maldade a alguém, mas não foi isso… Nada do que eu disse foi por maldade ou ódio. Foi por amor, por confusão, por indecisão. Nem sempre a gente consegue organizar os pensamentos e sentimentos a ponto de fazer as coisas da melhor forma possível. Às vezes elas precisam simplesmente serem feitas. E é aí que conhecemos a nossa realidade…

Alimento para a alma, para o coração. Tenho encontrado em um mundo relativamente novo que eu, sozinha, busquei. Porque é assim, só assim, que podemos mudar algo na nossa existência: por nós mesmos.

Anúncios

Um pensamento sobre “Alimento…

  1. Você está no caminho certo. Mas ser totalmente transparente é uma atitude que a vida não deixa barato… Se nessa fase é na leitura que você está conseguindo forças, aproveite, porque é assim também que você vai conseguir se fortalecer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s