Ausência justificada

Voltei pra tirar a poeira do blog. Entrei na fase “não quero escrever”. Para tudo há um motivo, ou vários. Minha ausência aqui e uma certa ausência de visitas nos blogs de amigos se justifica pelo fato de estar bem ocupada com minha nova profissão. Decidi, finalmente, e após vários apelos, fotografar profissionalmente. Até o ano passado eu fotografava apenas com minha querida compacta Canon S3 IS e chegaram a surgir trabalhos que não assumi por não me considerar profissional o suficiente para tal, naquele momento, e também porque meu equipamento não dava conta do recado. Apesar de muito boa, a câmera tem suas limitações.

No final de 2008, decidi que queria trocar de câmera. Em uma semana já estava com a nova companheira em mãos. Depois disso, veio mais uma lente e uns acessórios. Fora o sufoco financeiro que isto me deu, a satisfação pessoal foi e tem sido imensa. E agradeço a todos os amigos pela força e incentivo que tem me dado nessa fase. São eles que acreditam em mim, no que faço e na qualidade do meu trabalho. A fotografia é para mim como poder respirar depois de ficar muito tempo prendendo a respiração. É alívio. Alívio de tudo o que às vezes me sufoca. Trabalhar com isso então é quase como a perfeição.

Estou muito confiante de que coisas boas estão reservadas pra mim nesta área. Preparei-me bastante e por muito tempo antes de poder ser chamada de fotógrafa. E eu acho que ainda tenho muito pra aprender. Vontade não falta! Muita gente compra uma SLR e já sai fazendo cartão se autointitulando fotógrafo. Levei mais de dois anos para fazer isso e talvez seja pouco. Fotografei muito, todo tipo de coisa e gente. Fiz cursos, oficinas. Troquei muita informação com fotógrafos mais experientes. E achei que estava na hora pois as pessoas vinham me perguntar se eu tinha cartão e se podia fazer um orçamento.

Meus amigos Pâmela Machado e Eduardo Mendes, da Chroma são também “culpados” por esse start na coisa toda, profissionalmente falando. Passei uma semana na casa deles, acompanhando o trabalho que realizam, o contato com seus clientes, a edição das fotos. E mais do que isso, fiz dois amigos que me ajudaram e me ajudam muito. No blog Diário de Uma Quase Fotógrafa tem o relato dos books que acompanhei lá na terra deles.

Tudo isso é muito pessoal, eu sei. E boa parte dos meus leitores talvez nem me conheçam pessoalmente. Mas tudo serve pra dizer que por mais que a vida escureça de vez em quando em algum lado, se olharmos para o outro terá alguma pontinha de sol. Tem que ter.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Ausência justificada

  1. UM comentário (zinho) prá lá de atrasado… hehehe

    O certo é que na vida as decisões, por vezes, não são nada fáceis, mas necessário se faz tomá-las. O importante é a determinação e o primeiro passo dado.
    Veja o quanto sua vida mudou daquele março para cá…
    … e com certeza é apenas o começo.

    Um ótimo final de semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s