Tired and devoid*

Acho que vou parar com o blog.

Tá ficando muito “meu diário”. Não gosto disso.

Se bem que o blog é meu e nele eu escrevo o que quiser, certo?

Sei lá.

Acho que a sensação/certeza de que as pessoas lêem, e não me contam que lêem, às vezes me incomoda.

Não porque eu não queira ser lida, mas porque é estranho…

Não sei dizer o quanto.

É como se ficassem me assistindo de longe. Sabem que eu to caindo mas não me dão a mão pra levantar.

Não que alguém tenha essa obrigação… mas… entende?

Estou com dificuldades para escrever. Minha câmera fotográfica está criando teias de aranha. Sinto-me confusa. Fico pensando em cursos, pós, mestrado mas daí lembro que não tenho grana. E também lembro que após 21 anos de estudos ininterruptos, eu mereço um pouco de descanso. Mas ao mesmo tempo não quero ficar muito tempo parada. Porque não gosto e não consigo.

Às vezes a gente acha que assim que a faculdade terminar, terá tempo para curtir a vida. A real é que se fica meio perdido. O que fazer com as noites “livres” depois de um dia de trabalho intenso? Confesso que há dias em que minha única vontade é dormir. Em outros, tenho vontade de sair por aí… morar longe… sei lá. Tem outras vezes que só tenho vontade de deitar no colo dele e ganhar um cafuné… mas daí lembro que até isso tem sido difícil.

Até a formatura eu tenho um objetivo claro que é preparar tudo para tal momento. Depois de lá, já não sei. Crescimento profissional e tudo mais é óbvio. Obviamente buscarei isso. Já venho buscando desde sempre. Mas, como disse meu padrinho um dia, a gente sempre tem que ter um objetivo na vida. Se eu for parar pra pensar, tenho vários, claro. É preciso identificar os viáveis e buscar atingí-los de alguma forma. Desafios. O futuro está repleto deles.

Decidir por este ou aquele caminho não costuma ser fácil. Eu preciso tomar decisões se quiser ser feliz. Preciso sim. E estou tentando, eu juro…

* título em inglês pra enfeitar…

Anúncios

4 pensamentos sobre “Tired and devoid*

  1. Jac!
    Que momento mais filosófico…rs… Olha, pode ter certeza que seus objetivos ficarão mais claros à medida que o tempo passa. Não fica enlouquecendo agora pensando no que será. Quando o amanhã chegar, vc vai ver que a coisa caminha mesmo sem a nossa interferência direta. Aproveita o descando, curte a formatura e deixa pra pensar nisso depois. Hoje foi assistir “Kung Fu Panda” e o mestre fala uma frase batida, porém digna de estar na nossa memória: “Ontem é história, amanhá é um mistério, hoje é uma dádiva. É por isso que se chama presente”. Pensa nisso e aproveita! Bjs e parabéns pelo 10!!!!
    Simone

  2. Jac,
    também tô com um medo danado (e cheia de pontos de interrogação) do que vem depois da formatura.
    Mas acho que é normal essa confusão toda. Afinal, quantas pessoas chegam aonde querem?
    Pode não ter sido como a gente imaginou que seria. Tivemos mais problemas, preocupações e contratempos do que prevíamos. Apesar dos “trancos e barrancos” chegamos aqui! E lembra que um dia ser jornalista era só um sonho…
    No momento, eu só espero que na nossa formatura tenho um sol lindo (algo bem de se formar às 15h tem que ter!) e depois a gente parte para outros sonhos.
    Bjokas,
    Rê Machado

  3. É…
    E eu achava que era só comigo isso…
    Que alivio!!!!
    Gostei do que a Simone escreveu, passado, presente Futuro, esse a gente não sabe como vai ser…eu ainda as vezes me preocupo(já se passou 1ano e meio da formatura), mas a hora que tiver que acontecer acho que vou estar preparada paras ir adiante.

    Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s