Driving

Segundo dia de curso. Cheguei atrasada. No trabalho estava tudo bombando, saí mais tarde. Chegando na UFRGS, não achava lugar para estacionar. Como preferi não estacionar na rua erma atrás do prédio, fiquei rodando um pouco. Faz parte.

Gosto de dirigir. Mas, penso muito longe quando faço isso. Não chego a me distrair do trânsito, mas gosto de colocar a música mais alta e pensar. O maior risco é eu parar em outro destino. Isso já aconteceu uma vez. De repente me toquei “porque vim por esse caminho?” Faz parte.

Só que tem uma coisa. Quando estou em momentos assim, só eu e minha mente, costumo me dar conta de coisas que a correria do cotidiano não me permite perceber. Às vezes é bom, mas na maioria das vezes eu acabo revoltada ou decepcionada. Não. Não é que eu reclame de tudo ou de barriga cheia. Acho que até teria motivos para reclamar e espernear muito e não o faço. Só que tem horas que é revoltante ver que as pessoas não dão valor ao que realmente interessa nessa vida. E bom, o ser humano não é um carro engasgado, daqueles que a gente dá um empurrão e ele pega no tranco. Às vezes, por mais que a gente chacoalhe, fale, sacuda, nada tira a criatura da sua redoma de sofrimento e problemas e estresse e individualismo e egoísmo e “não existe nada no mundo além dos meus problemas”. É, caro leitor (tem algum aí?), mãos atadas. Você está de mãos atadas. E eu também.

Personalidade só se melhora quando se quer. É igual a drogas ou alcool. A pessoa só larga quando se conscientiza de que está doente. Ela tem que perceber e aceitar isso. A gente precisa se ajudar, querer melhorar, querer superar nossos obstáculos. Precisa QUERER. Precisa parar de ver o defeito ou a responsabilidade pela nossa felicidade nos outros. Temos que ver tudo na gente primeiro. Inclusive nossos defeitos. Principalmente eles.

Mas, eu estava falando em dirigir. Hoje cortei a frente de um Corsa, sem querer. Não enxerguei a mulher! Só ouvi a freada – ou frenada? – atrás de mim. Se desse pra pedir desculpas, eu teria feito. É bonito saber pedir desculpas.

Faz parte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s