São tantas emoções…

Esses dias me perguntaram porque eu tenho um blog. Necessidade de exposição ou gosta de escrever?

Gosto de escrever sobre as coisas que não posso falar. Estou chegando a essa conclusão. Não pense você que eu não me preocupo com a crise nacional, o terrorismo internacional, o mensalão, as vítimas da violência ou a crise da Varig. Sobre esses assuntos eu falo no almoço, no jantar, na faculdade, numa mesa de bar. Até a segunda ou terceira cerveja, porque depois disso eu já quero dominar o mundo! (vide Pink e Cérebro)

As palavras que eu escrevo aqui, não poderiam ser ditas. Não dessa forma. Quando falamos temos que ser menos subjetivos. Imagina o quanto isso me exporia e o quanto encheria o saco de alguns amigos? 🙂

Então o blog existe porque eu gosto de escrever quando tenho algo a dizer e que não pode ser dito, assim, verbalmente. Ou, quando as expressões verbais não são suficientes. Ou, porque, para algumas pessoas, aquilo que está escrito talvez tenha mais valor. Ou, muitas coisas.

Na verdade, pra tentar não falar demais, eu escrevo.

*********************

Seguindo a linha “Declarações de amor aos amigos” eu quero falar de uma pessoa hoje. Sim, eu ando assim tão simpática, distribuindo verdades por aí, valorizando quem deve ser valorizado.

Estou numa fase de transbordamento. Do que, eu ainda estou descobrindo.

Enfim, há alguns anos eu ingressei na faculdade de Jornalismo. E ainda estou lá. Lá eu tenho muitos conhecidos e alguns amigos. Poucos, é verdade. Fato é que esses poucos são muito especiais para mim.

Uma das primeiras disciplinas que cursei foi Entrevista e Reportagem. Professor Pedro Osório. Ele solicitou que nós entrevistássemos um colega. Olhei para o lado e disse, posso fazer esse trabalho contigo? Ele disse sim. E foi assim que nos conhecemos, através de uma entrevista mútua. Lembro de um outro trabalho que fizemos juntos. Nesse dia eu descobri o seu jeito de escrever, que permanece quase da mesma forma até hoje.

Eu nunca mais tive o prazer de ser sua colega. E um tempo se passou.

Um belo dia recebo em meu e-mail um informativo de um extinto site de crônicas, chamado O Pulso. E no site, um texto dele! O meu, até então, somente ex-colega de facul publicando textos naquele site tão legal! Fiquei feliz e virei leitora assídua. E acabei virando colunista também, um tempo depois. E acabamos, eu e ele, descobrindo o msn. E depois disso, descobrindo que éramos amigos. Unidos pelo Jornalismo, pelo gosto pela escrita, pelos pensamentos, convicções, pelos anseios, pelas tristezas e inclusive pelas diferenças. Pelo signo também, talvez? 🙂

Não sei dizer há quanto tempo o conheço. Nem há quanto tempo ele escuta e lê minhas alegrias, mágoas, ansiedades e loucuras. Eu só sei dizer o quanto gosto dele. Porque a única coisa que importa de verdade é isso: a amizade. E isso tem de sobra aqui dentro de mim para oferecer a ele sempre que ele precisar.

Porque ele é um homem que eu admiro. É o tipo de pessoa que eu tenho orgulho de dizer que conheço. É o tipo de pessoa que quero sempre ter na minha vida. Esse tipo de pessoa que te mostra que sempre pode haver luz, mesmo que tu não a enxergues por alguns instantes.

Juliano Filipe Rigatti, a ti, todo meu amor e agradecimento por todas as conversas sérias e engraçadas, conselhos e opiniões. Obrigada por estar ao meu lado sempre. Seja ao vivo, no msn ou em mensagens pelo celular! Acho que aprendemos muito um com o outro sempre. E é por isso que te admiro tanto. Tua amizade é parte importante da minha busca diária por ser uma pessoa cada vez melhor.

😉

Anúncios

2 pensamentos sobre “São tantas emoções…

  1. Que sejam mais gargalhadas e muitos devaneios, amigo. Mas devaneios daqueles que nos fazem felizes, que nos fazem gostar cada vez mais de viver.

    A amizade é o sentimento cujo investimento tem retorno mais certo né, já que todos os outros são tão difíííceis… hehehe…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s